Imagens do Artigo

Newsletter sobre bioinformática do BioME recebe prêmio nacional

Idealizada com o objetivo de apresentar, de modo simples e objetivo, o universo da bioinformática ao grande público, a newsletter “Transcrição em Dia” – iniciativa de professores e estudantes do Centro Multiusuário de Bioinformática (BioME/UFRN) – foi premiada como trabalho mais inovador no último X-Meeting Xperience, maior e mais tradicional congresso científico da área de bioinformática do Brasil.

Organizada pela Associação Brasileira de Bioinformática e Biologia Computacional (AB3C), a premiação, que aconteceu no final do último mês, ocorreu durante a 19ª edição do congresso, que, neste ano, reuniu mais de 90 trabalhos científicos, cada um concorrendo a diferentes categorias – como educação, filogenia e evolução, “ômicas” (genômica, transcriptômica e proteômica), sistemas biológicos e modelagem, entre outras.

A categoria “Inovação” foi a novidade deste ano e, a ela, concorreram todos os trabalhos apresentados no congresso. Segundo o professor e coordenador do Transcrição em Dia, Tetsu Sakamoto, a ideia de se inscrever no X Meeting foi motivada pelo desejo da equipe de divulgar a iniciativa a toda a comunidade científica brasileira.

“Esperamos fortalecer a comunidade de bioinformática, contribuindo para que mais pessoas possam superar os desafios de entrar nesse universo. Ainda existem vários obstáculos para aqueles que buscam formação nessa área e acreditamos que, ao divulgarmos nossa iniciativa, que aproxima o grande público à bioinformática, estamos ajudando a mudar esse quadro”, comenta Sakamoto.

O congresso, que aconteceu on-line, reuniu pessoas de todo o país, dentre entusiastas, pesquisadores e demais interessados na área, e também contou com a participação de palestrantes internacionais. Quando presencial, o X-meeting acontece em diferentes locais do Brasil, tendo sido apresentado pela primeira vez em 2003, em Ribeirão Preto.

Reconhecimento

Para Tetsu Sakamoto, a premiação no X-meeting representa o reconhecimento de um árduo trabalho, cuja dificuldade muitos pesquisadores ainda não conhecem.

“Nós, acadêmicos, somos acostumados a redigir textos científicos e não sabemos da dificuldade que é tornar esse material mais acessível ao público. Além disso, muitos esquecem da importância de divulgar esses conhecimentos. Acredito que premiações como essa marcam o início da valorização de divulgações científicas no país”, aponta Sakamoto.

As pesquisadoras de doutorado em bioinformática e editoras do Transcrição em Dia, Tayná Fiuza e Renata Cavalcante, concordam com o coordenador.

“Hoje estamos colhendo os frutos de um trabalho no qual investimos tempo e esforço. Não temos formação em jornalismo, por exemplo, por isso, no início, foi complicado escrever textos direcionados ao grande público. Ainda assim, o prêmio nos mostra que estamos no caminho certo”, avalia Renata Cavalcante.

“É um estímulo para nós fazermos um trabalho cada vez melhor e também uma razão para esperarmos a participação de mais colaboradores no futuro”, comenta Tayná Fiuza.

Transcrição em Dia

De periodicidade bimestral, a newsletter Transcrição em Dia está em sua 16ª edição e conta com o apoio de nove colaboradores, dentre estudantes, docentes e pesquisadores.

O informativo reúne diferentes tipos de conteúdo, como notícias, artigos de opinião, anúncios de emprego e entrevistas. As matérias abordam assuntos variados, como ferramentas e aplicações em bioinformática, resultados de estudos e pesquisas, novas tecnologias, genômica, entre outros.

Além da UFRN, a newsletter também é divulgada junto a instituições de ensino de outros estados, como a Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal do Pernambuco (UFPE).

Todo o conteúdo pode ser consultado por meio do site oficial. As novidades também podem ser acompanhadas por meio da página da newsletter no Instragram.


facebook
twitter
linkedin
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados.